INCRIÇÕES ABERTAS - OFICINA LIVRE DE INTERPRETAÇÃO D'OS SATYROS

As inscrições para a oficina livre de interpretação dos Satyros, coordenada por Rodolfo García Vázquez e ministrada por atores do grupo, estão abertas! Até dia 31 de março de 2017, sexta-feira, você poderá realizar a sua matrícula para o módulo mimético.

Criada no início dos anos 90, quando o grupo residia em Portugal, as oficinas fundamentam-se no Teatro Expandido, método de criação do grupo desenvolvido por Rodolfo García Vázquez – fundador e diretor dos Satyros – que consiste numa reflexão acerca do impacto do transhumanismo na vida e no teatro.

A oficina será dividida em três módulos: mimético, diegético e performativo. As aulas, que terão início no começo do mês de abril têm carga horária de 3 horas semanais e os participantes poderão escolher um dos seguintes horários: segunda-feira, das 19h30 às 22h30; terça-feira, das 19h30 às 22h30, ou sábado, das 14h30 às 17h30.

Os interessados devem se dirigir ao escritório do grupo, localizado na Praça Roosevelt, nº 222 (mezanino), no bairro da Consolação. Para a matrícula é necessário apresentar cópia do RG, CPF, uma foto 3×4 e comprovante de residência, juntamente da taxa de matrícula.

Mais informações: (11)  3255.0994.


Ivam Cabral escreveu em seu FB:

- Verdades e Mentiras
Ouço com frequência (ultimamente, um pouco menos, é verdade) comentários do tipo “a SP é uma escola do Satyros”, “o Satyros é um grupo rico, não precisa de dinheiro, tem a SP Escola de Teatro”. Durante anos, tenho tentado responder isso e parece que ninguém quer me escutar. Mas vamos lá. Nestes comentários existem verdades e mentiras.
Verdade: Nós, Satyros, através de nossas ações cidadãs, conseguimos estruturar, sim, uma escola; na verdade, a maior escola de teatro da América Latina. Quantos coletivos no mundo tiveram o mesmo empenho? Muito poucos (eu disse ‘muito poucos’, não que sejamos o único; mas ratifico: muito poucos).
Mentira: ela não é nossa, felizmente. E digo com a boca cheia de orgulho porque não fizemos isso para os nossos umbigos. A luta do projeto, desde o início, foi para que essa conquista fosse da classe artística. Conosco estão coletivos de peso como os Parlapatões, Vertigem, Espaço Cenográfico, Grupo Macunaíma, Dramáticas em Cena. E conseguimos. Nosso projeto, hoje, é sólido.
Há tanta maledicência nesses comentários. E, no final, sempre tentam nos colocar em maus lençóis, caluniando covardemente com histórias do tipo fulana foi amante do sicrano; beltrano deu pra fulano; etc e etc. A última punhalada veio de um blog, onde o autor da matéria dizia que José Serra havia nos presenteado com a SP Escola de Teatro.
Fato — e agora sem dupla interpretação — é que, sim, Os Satyros construiram o maior centro de formaçao teatral da América Latina, idealizado pelo Serra, na época prefeito da cidade. Se eu tivesse feito só isso em toda a minha vida já teria justificado a minha existência. Porque tenho o maior orgulho do mundo de ter participado (como um dos protagonistas, é bom dizer) de um processo que mudou, definitivamente, um espaço público na cidade, a Praça Roosevelt. E, desculpem a falta de modéstia, quantos mais teriam tido culhão pra fazer isso? Muito poucos também.
E, agora, uma matéria veiculada no SP TV, da Globo, na sexta passada, falando um pouco do nosso trabalho na SP Escola de Teatro. Com o maior orgulho do mundo!

 

Tetralogia Libertina no R7

Sobre a Tetralogia de Marquês de Sade - "No dia 17 de abril, Os Satyros abriram seu novo espaço na Praça Roosevelt, o Estação Satyros, onde anteriormente funcionava o Espaço dos Satyros II, em uma parceria com o escritório de arquitetura Arkitito. O Estação Satyros abrigará a Tetralogia de Marquês de Sade, que será encenada ao longo desse ano. Marcada pela estreia do espetáculo Juliette, também no dia 17, e agora seguida da remontagem de A Filosofia na Alcova, e em breve Os 120 Dias de Sodoma e Justine.'
Fonte: Atores e Bastidores, por Miguel Arcanjo Prado - bit.ly/1MFb6S8

Hugo na Filosofia

O ator Hugo Godinho, em cartaz no elenco de "A Filosfia na Alcova" que reestreou dia 05, falou um pouco sobre suas sensações e observações ao longo do processo de montagem desse clássico do Satyros para "O Fuxico":

" Raras vezes na minha vida me senti tão realizado quanto estou agora, por poder ajudar a contar essa história absurdamente necessária nos dias de hoje, quando vemos avançar cada dia mais na nossa sociedade a ameaça do fundamentalismo e do individualismo mesquinho e egoísta”

Matéria: http://bit.ly/1F6h9ZN

Sobre Eny...

No dia 1°, Rodolfo García Vázquez e atores d'Os Satyros participaram de uma leitura dramática no lançamento do livro "Eny e o Grande Bordel Brasileiro", com a participação da atriz Vera Holtz como a famosíssima Eny. Algumas fotos e matéria sobre como foi o evento: 

Matéria: http://bit.ly/1B0X8sa

Fotos: Edson Degaki

 

Saiu no Estadão - "Veja dez boas razões para ir ao teatro"

Na matéria "Veja dez boas razões para ir ao teatro", Murilo Bomfim, do jornal O Estado de São Paulo, cita "Pessoas Perfeitas" como um exemplo de espetáculo que discute fatos locais e atuais.

Vencedora de vários prêmios, entre eles o APCA de melhor espetáculo de 2014 e o Shell de melhor autor, a peça segue em cartaz às sextas e sábados, sempre às 21h, no Espaço dos Satyros Um.

Matéria na íntegra:

bit.ly/1RJqQq1