PESSOAS SUBLIMES

“Pessoas Sublimes”, escrito por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, teve como ponto de partida a pesquisa com moradores de um condomínio do bairro de Parelheiros, e inspirações em "O Pequeno Príncipe", de Saint-Exupéry; "Pluft, o Fantasminha", de Maria Clara Machado, e "O Mágico de Óz", de Frank Baum.

 

O texto trata das questões dos moradores de um condomínio à beira da represa da Guarapiranga, onde há um portal entre o mundo dos vivos e dos mortos. Nesse painel de várias vidas entrelaçadas, a montagem não distingue personagens vivos e mortos.

 

O portal se localiza na casa de Delírio (Helena Ignez), uma mulher mais velha e sábia, que adora frequentar velórios e convive com os vivos e os mortos, indistintamente. Com ela, vivem Desatino (Ivam Cabral), uma criança que morre de medo de sair de casa e que sofreu abusos do pai castrador; Tresvario (Gustavo Ferreira), um ex-matemático que trabalhava na Bolsa de Valores no período da crise; e Insânio (Felipe Moretti), um retratista de mortos da época vitoriana.

 

Em outras casas, podemos observar histórias como a de Tulipa (Suzana Muniz) e Murilo (Fábio Penna), um casal feliz e que viveu milhares de aventuras pelo mundo e resolve se estabelecer na região para criar abelhas e coletar mel, até que são acometidos por uma circunstância trágica. Ou ainda a de Melodia (Maria Tuca Facchin), uma bancária preconceituosa e infeliz, que vive com sua irmã Sonata (Fernanda D’Umbra), artista que teve que abandonar sua vida nos palcos devido à uma doença grave.

 

Também há a casa onde vive Imaculada (Sabrina Denobile), viúva que vive à sombra da lembrança do esposo e que recebe a visita de sua sobrinha, a vaidosa e fútil Doresdei (Bel Friósi), que acaba tendo uma relação com Arcanjo (Henrique Mello), um jovem nerd solitário e viciado em videogames e que é amigo de Uilso (Eduardo Chagas), um matuto misterioso e que envia uma carta de amor anônima à sua amada, Doresdei.

 

Em um ambiente distante do caos urbano, os dramas dessas personagens acabam se tornando menos voláteis e mais líricos, dando ao texto um tom profundo de humanidade.

 

Ficha Técnica

 

Espetáculo: “Pessoas Sublimes”

Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Encenação: Rodolfo García Vázquez

Elenco: Bel Friósi, Eduardo Chagas, Fabio Penna, Felipe Moretti, Fernanda D’Umbra, Gustavo Ferreira, Henrique Mello, Ivam Cabral, Lenin Cattai, Luiza Gottschalk, Maria Tuca Fanchin e Sabrina Denobile.                

Cenários: Marcelo Maffei

Figurinos: Bia Pieratti e Carol Reissman

Iluminação: Rodolfo García Vázquez e Flávio Duarte

Trilha Sonora: Henrique Mello

Próteses: Eduardo Chagas

Perucas: Lenin Cattai

Dramaturgismo: Guilherme Dearo e Nina Nóbile

Fotografias: Andre Stefano

Divulgação: Diego Ribeiro e Silvio Eduardo

Coordenação de produção: Daniela Machado

Produção Executiva: Silvio Eduardo                                    

Administração: Israel Silva

Operador de luz: Flávio Duarte

Operador de som: Dennys Leite

 

Sinopse

 

À beira da represa Guarapiranga, há um condomínio com um portal de passagem entre o mundo dos vivos e o dos mortos. Lá vivem pessoas que dividem seus dramas, como o jovem nerd apaixonado pela menina fútil; o casal que cria abelhas sem saber o que os aguarda; as irmãs que se odeiam e tentam aprender a se suportar; o menino tímido e o ex-matemático.

 

Serviço

 

Local: Espaço dos Satyros Um (Praça Franklin Roosevelt, 214 – Consolação)

Reestréia: 27 de agosto de 2017, às 20h00.

Temporada: Domingos, 20h, até o dia 10 de setembro de 2017.

Duração: 110 minutos

Classificação: Livre

Valor do ingresso: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia) / R$ 10,00 (moradores da Praça Roosevelt)

Telefone para reservas: 11 3255 0994

Site: www.satyros.com.br